Você está aqui
Home > FIQUE POR DENTRO > Mercado automotivo começa a olhar a mulher como consumidora

Mercado automotivo começa a olhar a mulher como consumidora

Cantora Claudia Leite em propaganda da Mercedes Benz

Bete Carriço

Portal Auto Mulher

bete@portalautomulher.com.br

De acordo com as montadoras e concessionárias, o mercado automotivo trata o homem e a mulher igualmente, ou seja, na hora da escolha do carro todos são iguais diante do poder do dinheiro. Mas o que dizer do direcionamento da comunicação, particularmente a publicidade, quase sempre voltada para o homem, que é mostrado sozinho ou com a mulher como coadjuvante, dirigindo um carro incrível? Ou, então, no Salão de Automóvel, que ao lado da “máquina” sempre tem uma mulher linda e escultural? Um pouco sexista, talvez.

A boa notícia é que esse comportamento vem mudando nos últimos anos. Com raras exceções, há ainda certa resistência do mercado em relação ao assunto. Alguns  têm muito cuidado no trato com a diversidade de gêneros a fim de não ofender ou estigmatizar a nenhuma das partes. Faz-se questão de deixar claro que tanto o homem como a mulher se preocupam basicamente com os mesmos detalhes em relação à compra do carro.

Dito isso, a resistência começa a ceder e é possível descobrir algumas ações direcionadas para as mulheres, com o claro objetivo de conquistar a atenção desse público. Não é a maioria, mas existem exemplos que mostram sucesso nas iniciativas. É pouco, mas já é um começo.

Uma das poucas marcas a falar abertamente sobre o assunto, a Jaguar Land Rover revela que pesquisas sobre o público-alvo da empresa mostram que a participação das mulheres está cada vez mais forte na decisão de compra. De acordo com Gabriel Patini, diretor de marketing e produto da empresa, “em média, a mulher representa cerca de 40% do total dos clientes atualmente, mas, claro, depende muito do modelo da Jaguar e da Land Rover”.

De acordo com montadora, a mulher sempre aparece como uma figura principal nas campanhas publicitárias e nas campanhas de marketing de uma maneira geral. “No Brasil, já trabalhamos com a Mariana Weickert para o lançamento do Range Rover Evoque, por exemplo. Globalmente, mulheres que atuam no  universo da moda, como Stella McCartney e Victoria Beckham, e a atriz Michelle Rodriguez, para o segmento de carros esportivos de alto rendimento, figuram em nossas campanhas”, afirma Patini.

A Mercedes-Benz do Brasil é outra marca no caminho para a sedução da mulher. Desde 2015, realiza o AMG Experience, quando clientes e convidados podem testar modelos superesportivos em uma pista de corrida. Nesse evento, acontece o Ladies Day, com atividades exclusivas voltadas para o público, que, de acordo com a empresa, se mostra cada vez mais envolvido e interessado pelo universo dos superesportivos.

O BMW Group Brasil afirma estar atento ao público feminino, coordenando atividades exclusivas para elas, mas não fornece detalhes sobre as ações. Sem citar números, a empresa divulga que há grande preferência das mulheres pelos veículos da família BMW X (BMW X1 e BMW X3), para os quais há ações de comunicação dirigida, e de utilitários de atividade esportiva.

Há sete anos no Brasil, a chinesa Jac Motors divulga  que a mudança no perfil de carros oferecidos no mercado nacional, de compactos para SUV’s, estimulou o consumo das mulheres por modelos da marca. “Nesse recorte, observamos, sim, um substancial crescimento do público feminino como clientes, à medida que saltamos de 43% para 51% nesse período descrito.

“É notória a preferência do público feminino por modelos desse segmento”, afirma Nicolas Habib,  diretor nacional de Vendas da Jac Motors Brasil. Habib diz ainda que as mulheres optam por habitabilidade interna (requintes como espelhos de cortesia, porta-objetos, conectividade) e os homens ainda são mais ligados no desempenho.

A Honda também está de olho nas preferências femininas, apesar de declarar que a montadora tem como premissa desenvolver carros adequados ao estilo de vida dos consumidores, independente do gênero, classe social ou faixa etária. E cita alguns itens do portfólio que pesquisas mostram serem importantes para o público da marca e especialmente para as mulheres.

Os itens incluem regulagem dos bancos e do volante, espaço interno e versatilidade – os modelos Fit, WR-V, HR-V e CR-V trazem sistema de arranjo de assentos que permite diferentes configurações, ampliando ainda mais o espaço para objetos de diversos tamanhos, espelhos para o motorista e passageiro, boa relação de consumo de combustível e segurança.

Conheça as redes sociais do Portal Auto Mulher

Instagram: @portalautomulher

Facebook:: www.facebook.com/portalautomulher/

Curta agora mesmo nossa página no Facebook

 

 

Deixe uma resposta

Top