Você está aqui
Home > ESTREIA > SUV T-Cross, em fase final de testes no Brasil, deve ser comercializado em março de 2019

SUV T-Cross, em fase final de testes no Brasil, deve ser comercializado em março de 2019

 

 

Modelo deve se destacar pelo comportamento dinâmico, cabine espaçosa e confortável, eficiente gama de motores e avançados recursos de tecnologia, conectividade e segurança

A categoria dos SUV´s brasileiros ganhará mais um membro, dessa vez da Volkswagen, o T-Cross, que está em fase final de testes no Brasil, para logo iniciar a produção em série. A previsão é de ser comercializado a partir de março de 2019. O modelo chega com dimensões compactas e construção inteligente. A estreia mundial oficial ocorrerá ainda neste ano.

O T-Cross será produzido em São José dos Pinhais, Paraná,e faz parte dos cinco SUVs completamente novos a serem lançados na região até 2020.

Fabricado sobre a Estratégia Modular MQB, o SUV deve se destacar por seu comportamento dinâmico, pela cabine espaçosa e confortável, eficiente gama de motores e avançados recursos de tecnologia, conectividade e segurança, com muitos sistemas de auxílio à condução.

As quatro principais características dele são: “Prático” – mais espaço e flexibilidade; “Descolado” – design marcante e personalização; “Intuitivo” – digital e conectado; “Seguro” – um dos automóveis mais seguros do seu segmento.

O carro mede 4.199 mm de comprimento e 1.568 mm de altura (10 mm mais alto que o T-Cross europeu). A distância entre os eixos do modelo que será produzido no Brasil é a maior do segmento: 2.651 mm (88 mm a mais do que a distância entre-eixos do T-Cross europeu). Assim, ele é consideravelmente maior que o Polo, que tem 4.057 mm de comprimento, 1.468 mm de altura e 2.565 mm de entre-eixos.

Terá duas opções de motores TSI, que combinam injeção direta de combustível e turbocompressor para entregar alta eficiência energética.

O motor 200 TSI Total Flex desenvolve potência de até 128 cv (94 kW) com etanol. Já o motor 250 TSI Total Flex gera potência de até 150 cv (110 kW).

Todas as versões serão equipadas de série com ESC – Controle eletrônico de estabilidade. Esse sistema reconhece um estágio inicial de que uma situação de rodagem crítica está para acontecer. Compara os comandos do motorista com as reações do veículo a esse comando. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade.

Conheça as redes sociais do Portal Auto Mulher

Instagram: @portalautomulher

Facebook:: www.facebook.com/portalautomulher/

Curta agora mesmo nossa página no Facebook

 

 

 

Deixe uma resposta

Top