Você está aqui
Home > TESTE DRIVE > Testamos o Audi Q7, o carro que faz você desfilar

Testamos o Audi Q7, o carro que faz você desfilar

 

 

O que mais chama a atenção no Q7 2019, SUV premium da Audi não é o seu design clássico e elegante. Nem as suas medidas generosas de 5,05 de comprimento, 1,97 de largura e 1,74 de altura, com capacidade para até 7 lugares. Tão pouco o interior espaçoso e luxuosíssimo, que combina em detalhes com a tecnologia sofisticada. Também não é o valor de R$ 424.900, sem os opcionais. Todas essas características reunidas já deveriam destacar e destacam o modelo entre os demais. Mas o que mais chama a atenção no Audi Q7, quando se está ao volante de um, é que você não dirige, você desfila.

É incrível como viram o rosto na rua para olhar para o Audi Q7. Pedestres e motoristas, quase todos ficam admirados tentando, provavelmente, descobrir que carro é aquele afinal.  A expressão de espanto dos manobristas  também chama a atenção. Mas há quem queira se afastar: motoboys passam bem longe, imaginando quanto deve custar um retrovisor do tal carro. Nem reclamam quando não se consegue deixar espaço pra eles passarem, o que é realmente um alívio.

O Audi Q7 2109, disponível em duas versões no Brasil,  Ambition TFSi Quattro  e a Ambition TDi Quattro,  é um carro projetado para o mercado dos Estados Unidos. Quem gosta de cinema sabe quanto o americano aprecia carros espaçosos pelos modelos que vemos no cenário ou que são pilotados pelos atores. Ou mesmo, quem já viajou ao país e viu exemplares semelhantes  rodando pelas  amplas  ruas e estradas de lá.

O público-alvo aqui é o consumidor que naturalmente espera todos esses atributos de um carro, está acostumado com esse nível de qualidade  e sofisticação e dispõe de uma quantia nada pequena para comprá-lo.

Na avaliação que o Portal Auto Mulher fez do Audi Q7, podemos dizer que ele atende as altas expectativas de um carro premium em sua categoria. Vai além no quesito segurança e se destaca no que se refere à tecnologia, em termos de conectividade. Mas não é de se desprezar o amplo espaço interior oferecido e o acabamento refinado.

É preciso levar em consideração que tamanho e excelente espaço interno resultam em um peso razoável, ainda que o modelo tenha perdido em uma dieta radical exatos 325 quilos em relação à versão anterior.  Mas o motor V6  3.0 TSI de 333 cv , com compressor e injeção direta de gasolina,  transmissão automática Tiptronic de 8 marchas e tração integral permanente, conduzem bem o modelo na cidade e melhor ainda na estrada. De acordo com a montadora,  o Q7 acelera até 100 km/h em 6,1 segundos.

O lado negativo, se é que podemos dizer isso, é a dificuldade de estacioná-lo em uma vaga que o acomode. A gente realmente precisa ter destreza e paciência nesse quase eterno gira o volante e acerta o ângulo. Espaço interno amplo e design  projetados para facilitar a acomodação dos seus ocupantes com o máximo de conforto, posiciona o Q7 como ideal para atender as necessidades de uma família.

Principais características

– É possível optar pelas cores preto, cinza, bege ou marrom para os revestimentos de couro dos bancos e de detalhes do acabamento composto por diferentes materiais, criando contrastes.

– O console  é inclinado semelhante ao um painel de controle, com a alavanca do câmbio, o comando do MMI à esquerda, o controle de volume do sistema de som e porta-copos à direita.

-Os bancos são revestidos de couro, sendo que os dianteiros têm ajustes elétricos. Já os traseiros podem ter até 16 posições de inclinação no encosto. Opcionalmente, há a oferta de uma terceira fileira com mais dois bancos totalizado 6 lugares para os passageiros.

– Todos os bancos da segunda e terceira filas têm fixação Isofix para cadeirinhas infantis. Até seis cadeirinhas para crianças podem ser instaladas no novo Q7, inclusive no banco do passageiro de frente.

– O ar-condicionado com 4 zonas  é de série, com mostradores de temperatura incorporado aos controles de temperatura. Os passageiros de trás têm os seus próprios controles.

-De série, o pacote de iluminação do interior inclui LEDs que se estende até o porta-malas. O painel de instrumentos e o acabamento das portas incluem guias luminosas de LEDs extremamente finas que seguem as linhas principais.

– O porta-malas possui  890 litros, podendo diminuir para 295 litros se adicionados os 2 lugares extras e alcançando 2.075 litros com os bancos da segunda fileira rebatidos. Sistemas elétricos abrem e fecham o compartimento, mas é possível  movimentar o pé por baixo do para-choques onde está localizado um sensor.

– O sistema multimídia MMI navigation plus com MMI all-in-touch traz o Audi Virtual Cockpit que consiste em uma tela com duas interfaces. O motorista pode comandar o sistema pelo volante.

– Como opcional, é possível equipar  o Q7 com um sistema virtual, head-up display, que projeta informações em um campo de 200mm x 80mm no para-brisa.

– Para os amantes de som, o Q7 oferece o sistema de som da Bose 3D, com som tridimensional.

– O volante  possui ajuste elétrico de posição, sistema de alarme anti-furto

– O modelo também apresenta câmera de 360º, freio de estacionamento com função Auto Hold, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro.

– Os sistemas de assistência ao motorista incluem o de atenção que alerta caso ele esteja perdendo a concentração ao dirigir, sistema de parada, de limitador de velocidade e de segurança,  que mediante direção instável , pode retesar eletricamente os cintos dos bancos dianteiros, fechar as janelas e teto solar, além de emitir luzes de alerta aos demais motoristas.

Deixe uma resposta

Top