Você está aqui
Home > FIQUE POR DENTRO > Mercado brasileiro se despede da station wagon

Mercado brasileiro se despede da station wagon

Última unidade da Weekend fabricada

A última station wagon Weekend deixou a linha de montagem. Foram 23 anos de produção no Polo Automotivo Fiat, em Betim (MG) e 530 mil unidades vendidas no país.

O modelo se destacou por inovações que marcaram o setor automotivo nacional, como a criação de um segmento de mercado com a linha Adventure, o sistema Locker (primeiro veículo 4×2 com bloqueio do diferencial) e uma versão 100% elétrica.

Representante de destaque de uma das categorias mais importantes da época, a perua conquistou rapidamente o consumidor – e em geral as famílias brasileiras – ao oferecer um estilo harmonioso, a robustez característica da marca, ótimo espaço interno e o maior porta-malas da categoria, com 460 litros.

Com a chegada dos utilitários esportivos (SUVs), as peruas perderam espaço na preferência do cliente.

O Palio Weekend foi lançado no início de 1997 seguindo a tradição de derivar veículos de seu produto principal, neste caso, o Palio. Tecnicamente, a diferença estava na suspensão traseira, com braços arrastados na perua, para assegurar maior conforto e comportamento superior em curvas comparado ao eixo de torção no hatch. O entre-eixos também era seis centímetros maior no modelo familiar.

O veículo chegou em três versões e, no quarto mês de vendas, alcançou a liderança do segmento de peruas no país. A partir daí a Fiat promoveu inovações que acompanharam a Weekend em sua trajetória no mercado nacional.

Despedida de um e boas – vindas a outros. A previsão da Fiat é de iníciar a produção de três novos modelos a partir desse ano: dois deles são SUVs.

 

Conheça as redes sociais do Portal Auto Mulher

Instagram: @portalautomulher

Deixe uma resposta

Top